Momentos

O tempo pode apagar lembranças de um rosto, de um corpo, mas jamais apagará lembranças de pessoas que souberam fazer de pequenos instantes, grandes momentos!!!

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Quisera eu ser poeta...

 Quisera eu ser poeta... 


Quisera eu ser poeta, 

E na minha escrita,poder dizer ao mundo, 

Que a vida foi criada e aberta, 

Para todos sermos felizes e jamais irmos ao fundo. 

Poder dizer a toda a gente

Que, vale muito a pena viver. 

Temos sim, que lutar e ir sempre em frente

E, nunca desistir. Por isso, é viver, viver.... 

Embora vivamos num mundo cheio de corrupção, 

Onde a maioria das pessoas muito sofre sem pão, 

Demos-lhe força e esperança, abrindo-lhes o no nosso coração. 

E assim, ficamos todos mais felizes, e cheios de emoção.


M.C.Duque

quarta-feira, 29 de maio de 2024

A vida, é um presente de Deus, sim...

 A vida, é um presente de Deus, sim...


O tempo passa, a vida corre.
Para uns, corre lindamente.
Para outros, desesperadamente.
Por isso, a maioria à esperança acorre.

Enquanto se tem esperança,
Pensa-se que é também possível, ter força para enfrentar e lutar,
Para uma vida melhor alcançar
E viver com a dignidade que alcança.

E pensar que o sol, nosso amigo, nos visita
Todos os dias, faça frio, chuva ou calor, sempre nos sorri
E, sempre nos quer dizer: é também possível, vai em frente, acredita!

A vida, é um presente de Deus.
Pena é, que os homens a queiram destruir.
Se possível for, a essa gente, digamos adeus.

M.C.Duque

sexta-feira, 3 de maio de 2024

Há pessoas...

 
Há pessoas...

Há pessoas que têm sempre pedras no sapato.
Coisa esquisita, porque isso é um trabalho simples de fazer. 
Basta descalçar o sapato, tira a pedra, e tudo fica bem. 
Mas não! A pedra continua sempre lá. 
É que essa pedra tem outro nome, sabem qual é? 
INVEJA! 
Por isso, por mais que se descalce o sapato, 
tire a pedra e o volte a calçar, apedra continua sempre lá.
Mas inveja de quê, pergunto eu? 
É porque a amiga, a vizinha, a colega de trabalho, 
é mais bonita e mais elegante do que ela? 
Ou porque o seu colega de emprego 
tem um carro melhor do que o dele? 
E a casa que ele tem? Que bonita!... 
Será que alguma vez vou conseguir ter uma assim?
Os outros conseguem tudo, 
só eu é que nunca consigo nada.....
E se nos deixássemos dessas coisas, 
e vivêssemos todos em verdadeira amizade, 
não viveríamos muito melhor?
Pensemos nisto!!!


M.C.Duque

Ajudar os outros...

 

Ajudar os outros...

Ele vinha sozinho pela estrada,
Pensativo, cansado e aborrecido.
Para ele a vida não tinha sentido.
Vivia só por viver e nada mais.

Tudo o que se passava ao seu redor,
Nada lhe dizia respeito e nada dizia.
A vida era somente dele e era vazia.
Os outros, que fizessem o que achassem melhor.

Mas um dia, cansado dessa sua vida vazia,
Pensou que tinha que encontrar nela sentido.
Sentido para o seu viver, tentar compreender.
Percebeu então que a sua vida, tinha uma missão.

O estar aqui neste mundo, com uma vida ditosa.
O viver bem, ter trabalho, casa e pão,
Era viver de uma maneira grandiosa,
Podendo assim, ajudar o irmão.

Entendeu então qual era a sua missão.
Tentar transformar o mundo em amor e união,
Onde todos tivessem direito a casa,  pão,
Ao trabalho, ao ensino, e à educação.

M.C.Duque



Há trabalho?....

 


Há trabalho?....

Olha, este foca-se no carro…..
Pois eu, foco-me no percurso da vida,
Que cada vez é mais difícil, mas não perdida.
Mas não é fácil, com tudo muito mais caro!

Eu quero lá saber de um novo carro.
Pois eu tenho um velho e chega bem.
O que mais quero, é ter saúde e a agarro.
E dar e receber, muito amor também.

Tanta gente que não come
Porque dinheiro não tem
Esses sim, focam-se na fome
E ter trabalho, para poderem sobreviver

Eu sei que tudo é preciso para viver.
Não há negócio ou fingem que não há 
E o trabalho? Se não trabalho não há,
Não há salário para se poder viver

Mas, e os ricos, como vivem?
Onde o vão eles buscar o salário?
Ao bolso do pobre e, assim vivem
Onde se vai focar, para o pôr, no seu armário!

M.C.Duque

Sim, o caminho é longo.,,

 

Sim, o caminho é longo...


Sim, o caminho é longo.
Mas quero percorre-lo,
Preciso de saber se estão pondo
Os direitos de todos no lugar, e quero vê-los.


Saber se as gentes do meu país,
Vão vivendo mesmo com fome,
Se o trabalho já se vê, a ver quem me diz.
Sem trabalho, como pode viver a minha gente e, como come?


Fico muito triste, quando vejo as pessoas a passar,
E, a maioria sempre de cabeça cabisbaixa....
Olho para elas e penso.... mas o que se estará a passar?
Penso penso, ah já sei. Quer trabalho e pão e não os acha....


M.C.Duque

quarta-feira, 24 de abril de 2024

Está a chegar, meus amigos...


Está a chegar, meus amigos...

Está a chegar, meus amigos,
o 50º Aniversário do dia que foi GLORIOSO,
para o nosso AMADO PORTUGAL.
Mas infelizmente,
não o foi para todos os Portugueses!!!
25 de Abril, SEMPRE!!!

M.C.Duque